PAULO PP MACHADO

PROFESSOR OF CLINICAL PSYCHOLOGY

PRESIDENT OF THE SCHOOL OF PSYCHOLOGY, UNIVERSITY OF MINHO

PORTUGAL

Novas Abordagens Transdiagnósticas e Integrativas para o Tratamento de Distúrbios Alimentares

Distúrbios alimentares são condições graves e uma importante fonte de morbidade psiquiátrica em mulheres jovens. Intervenções psicológicas e pesquisas para transtornos alimentares tendem a ser complexas. O tratamento comportamental cognitivo (TCC) é considerado o tratamento de primeira linha para bulimia nervosa, mas os resultados são geralmente modestos, em média. Dada a frequência e gravidade dos distúrbios alimentares, esses níveis de resultados são desconcertantes. Além do estado atual da pesquisa, há evidências de que os médicos praticantes não tendem a usar psicoterapias baseadas em evidências de maneira consistente para distúrbios alimentares. Este não é apenas um problema de disseminação e aceitação de pesquisas, mas também um problema de tradução de conhecimento. Neste endereço, o autor se concentrará nos esforços recentes para expandir o modelo original da TCC para aumentar a eficácia do tratamento dos transtornos alimentares.

  • LinkedIn
  • YouTube

©2019 by XIII INTERNATIONAL and XVIII NATIONAL CONGRESS of CLINICAL PSYCHOLOGY